Sei que todos os seres humanos estão aqui no planeta Terra para serem felizes. Tudo o que fazemos é em busca de nos sentirmos bem, no entanto, estamos constantemente, envolvidos com atividades e coisas que não são suficientes para alcançar esse bem-estar que tanto desejamos. Fazemos isso, muitas vezes, de forma automática. Na correria diária, não nos damos conta da nossa falha. Na grande maioria das vezes, são influências externas do mundo em que vivemos. A nossa alma é como um jardim! E para que tenha vida e floresça, necessita de cuidado e atenção! É interessante parar para cuidar com carinho dos nossos sentimentos! O mundo externo refletirá o eu interior de cada um! Sejam muito bem-vindos!

últimas postagens

AME -SE! Acolha a si mesmo! Não se critique!

AME -SE, acolha a si mesmo e não se critique! Olá, meus queridos! Como vocês estão, meus amores? Eu espero que cada um de vocês esteja muito bem, com a família bem, com saúde, com paz, e muita esperança e fé no coração; tendo a coragem para viver, e a certeza de que tudo o que te acontece nessa vida, está contribuindo para o seu aprendizado, para o seu crescimento e evolução; e de que o melhor ainda está por vir! Eu quero que você, sim, você especificamente que está me ouvindo agora, receba todo o meu carinho, o meu amor e a minha gratidão!

Sejam muito bem-vindos ao nosso último papeando sobre autoestima! Isso mesmo, hoje é o nosso vigésimo vídeo, e portanto, eu finalizo como prometi, a série de vídeos, áudios e técnicas para a autoestima. Eu espero que eu tenha contribuído com vocês. E se você que está me ouvindo agora, senti que não está com a sua autoestima fortalecida e gostaria de melhorar, eu o convido a assistir essa série sobre amor-próprio! Tenho certeza de que se você assistir, seguir as ideias, e aplica-las, elas irão te ajudar muito e muito. Esses vídeos não foram feitos aleatórios, como se fossem um passo a passo ou uma receita de bolo, pronta não. Eu estudo autoconhecimento e desenvolvimento pessoal há 5 anos e meio, durante todos os dias. Sim, eu disse todos, até para dormir, existem momentos em que eu durmo com os fones de ouvido, estudando e aprendendo sobre isso; e faço porque me dá prazer, alegria e principalmente, me trouxeram e me trazem resultados. Além disso, sou coach em PNL ( Programação Neurolinguística), coach, mentora e estou me qualificando como psicanalista. Então tudo o que eu trago para vocês, além de muito estudo e observação, são conhecimentos que primeiro foram aplicados em minha vida, em mim mesma e que já tive resultados positivos. Portanto, todos os vídeos e áudios são com base em experiências e anos de estudo. E se você não assistiu e  ouviu aos vídeos anteriores, eu o convido a ir na playslist autoestima e poder pessoal e colocar em dia! Assista todos, um por um. Mas não assista todos em um único dia! Assista a cada dia, apenas 1 ou no máximo 2 vídeos diferentes, para que o seu cérebro possa absorver! E também procure colocar em prática!

Vamos começar o vídeo de hoje! Eu quero que você entenda que você sempre está dando o seu melhor! Não importa se você está produzindo resultados positivos ou não. Vamos explicar isso: Talvez você me diga, mas como assim? Eu não estou bem na minha vida financeira, o meu relacionamento não está legal, a minha saúde não está bacana, eu não estou satisfeito com  a minha aparência, eu não estou vivendo a vida que eu gostaria de está vivendo. Então vamos lá, se o seu relacionamento, por exemplo, não vai bem, e mesmo assim você continua, isso pode indicar uma série de fatores e razões pelas quais você permanece nele, mesmo estando infeliz. Pode ser por ganhos secundários, crenças limitantes, medos, insegurança,  enfim… não há como dizer aqui que é por uma razão x ou Y,  pois cada caso é um caso; mas provavelmente você permanece, porque essa é a única opção que você sabe e dar conta de fazer no momento; mesmo que isso seja algo que seja contra a sua vontade. Mas é o seu melhor, porque neste momento você está inconsciente de uma alternativa, de uma forma de mudança. Tudo o que é inconsciente, é algo que não está em nossa consciência, que não temos a noção de como fazer, não temos o conhecimento. Talvez você até tenha consciência, mas talvez você não acredita que possui o poder de mudar, não tem a coragem, sente-se inseguro, enfim… então você está dando o seu melhor sim. Ou seja, você está fazendo aquilo que sabe, que acredita, e de que você tem consciência de que dar conta neste momento.  É por isso que você não deve ser o seu carrasco! No segundo vídeo da playlist de autoestima, eu falo isso. Não seja o seu maior algoz. Agora uma pausa aqui: Sublinha o que eu vou falar:

Isso não pode ser DESCULPA, para você não melhorar, não procurar alternativas para a sua vida, não  buscar expandir a sua consciência, o seu autoconhecimento, o seu desenvolvimento pessoal e a sua conexão com o seu ser. Isso não pode ser desculpa para você não se conhecer e entrar em harmonia com sua intuição. Porque é através de todas essas atitudes que vem essa consciência e essa força interior de fazer e buscar soluções que trarão satisfação e realização para  a sua vida em todos os sentidos. Isso vale para todas as áreas da sua vida. Eu dei o exemplo da área sentimental e de  relacionamentos, mas você pode aplicar em todas as outras ( trabalho, saúde, aparência física, financeira, amizade… e tudo aquilo que não está legal em sua vida, você tem o poder de mudar, de transformar, de encontrar soluções e alternativas). Mas para isso, o primeiro passo é reconhecer que alguma situação não está legal, e reconhecer que você é responsável sim pelos frutos que você está colhendo, ( e disso não há como correr); ao invés de atribuir a responsabilidade para algo fora de si mesmo, porque isso de fato não é poder. As transformações da sua vida dependem de você. O poder está com você. E se você acredita que sua vida não está bacana, e que os frutos da sua colheita estão ruins, deve entender e aceitar que você criou e atraiu sim isso para sua vida. MAS, SUBLINHA AÍ DE NOVO O QUE EU VOU DIZER, ainda assim, se aceitar, entender que apesar disso, você deu o seu melhor, fez e está fazendo o seu melhor!

AME -SE! Acolha a si mesmo! Não se critique!

AGORA ATENÇÃO!  Não significa que está fazendo o seu melhor, é o melhor para você. Não, não é isso. Como eu expliquei, você está fazendo o que sabe e o que dar conta de fazer, não é?  As vezes, você está no seu limite físico, as vezes no seu limite mental, emocional e espiritual. Ou seja, você está fazendo aquilo que dar conta. Não importa os resultados que obtemos em nossas vidas, se positivos ou negativos, o fato é:  todos estamos sempre agindo de uma forma ou de outra buscando a nossa felicidade, nos sentir bem, porque esse é o único objetivo da raça humana, não importa as justificativas de cada um.

As mudanças e as transformações sempre serão necessárias em uma área ou outra de nossa vida. O crescimento é eterno, mas o primeiro passo para sair de uma situação de nossa vida que está nos incomodando ou que estamos infelizes, é caminhar lado a lado conosco. É reconhecer:

minha vida não está legal ou essa área não está bacana; eu tive um comportamento inadequado sim, eu errei sim  ou eu estou errando, mas ainda sim dei o meu melhor, porque achava que era o melhor, fiz o que sabia fazer e que tinha a consciência no momento. Mas qual é o termômetro que nos indica  que precisamos mudar algo em qualquer área de nossa vida ou de nós mesmos? É justamente a nossa insatisfação, o nosso incômodo, a nossa infelicidade. Então a partir do momento em que chego a essas conclusões, eu busco ajuda, eu busco o conhecimento, tratamentos e tudo aquilo que pode me ajudar a ter mais clareza e consciência para essas mudanças.

O importante é nós nos acolhermos, ser os nossos melhores amigos e procurar mudar aquilo que nos incomoda; seja em nós mesmos ou em nossa vida como um todo! Ok, queridos.

Então, eu espero que esse último áudio, encerre com chave de ouro essa série de vídeos e áudios que eu trouxe para vocês com muito carinho, durante esse tempo! Revejam os vídeos! Apliquem em seu dia a dia, façam as técnicas! Procure ajuda de profissionais que possam ajudar!

Fiquem com Deus! Um grande beijo e até o próximo vídeo! Tchau, meus queridos!

Além desse áudio e desse artigo “AME -SE! Acolha a si mesmo! Não se critique!” Leia outros artigos aqui do blog! Veja em: https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/autoestima/

Leia também outro artigo sobre autoestima que eu escrevi para o site Eu Sem Fronteiras:

https://www.eusemfronteiras.com.br/seja-voce-verdadeiramente/

A importância da meditação para o processo criativo

A importância da meditação para o processo criativo. É bastante comum algumas pessoas acharem que o processo de criatividade requer dons e talentos especiais ou alguma espécie de privilégio dado por Deus, somente para determinadas pessoas mais afortunadas.

Muitas pessoas acham que para conseguir uma ideia de algum negócio lucrativo, por exemplo, seria necessário nascer com uma certa inteligência criativa e ter ideias fluindo facilmente em sua mente consciente.  Outras acham que para ter esses pensamentos e insights, seria necessário fazer treinamentos, cursos, estudos, aprendizados, preparações, trabalho, etc. Bem, de fato todo ser humano tem dentro de si, inúmeros dons e talentos que nem sempre se tem consciência. E apesar de ser muito importante tomar todas essas ações práticas mencionadas acima, como por exemplo, adquirir conhecimentos para a materialização de algum projeto ou desejo, o processo da criatividade não se resume em fazer apenas uma ou outra dessas atitudes. Não se esgota por aí.  Muito pelo contrário.

Buscar novos conhecimentos, adquirir aprendizado, realizar pesquisas, enfim…  esse botar “a mão na massa”, que poderíamos definir aqui como o fazer, é apenas uma parte necessária para o processo criativo.

O pensamento focado somente nas ações materiais, é bastante comum no mundo ocidental. Para o Oriente não é bem assim. Para os orientais é algo normal se colocar no estado de presença e meditativo.

Todos temos infinitas possibilidades de criação que estão disponíveis para nós, porque somos a imagem e semelhança de Deus. Somos dotados de inúmeras habilidades, dons, talentos e intuição, mas nem sempre temos consciência de toda essa riqueza que reside dentro de nós. E é por isso que é muito importante adentrarmos pelo caminho da meditação, porque ela nos leva a expansão da consciência.  Quando adotamos a meditação como hábito, ocorre o que eu chamaria “de uma espécie de despertar de uma consciência outrora dormindo.”

Quando pensamos no processo criativo, lembramos que existe a fase em que buscamos por conhecimento, por adquirir novos aprendizados, por amadurecer velhas ideias e até mesmo em que damos novos significados para conceitos e visões antigas. Essas são algumas das etapas do processo criativo. Por exemplo, quando desejamos aprender alguma coisa nova, começamos o processo de estudos e de pesquisas. Essas são as fases das ações, mas todo esse conhecimento para se tornar útil, precisará ser processado e assimilado. Ou seja, a mente necessita  de espaço e de tempo para absorver e processar o conhecimento. Na verdade, todo o conhecimento, e também todo o fruto da preparação anterior já se encontra armazenada no subconsciente. Porém, este não libera insights e ideias criativas para o consciente em meio à turbulência de uma mente agitada, ocupada ou perdida em meio as preocupações. Daí a importância do relaxar e do soltar essas tensões mentais.   Podemos dar um espaço para mente através da meditação e também do relaxamento.

As mais maravilhosas ideias e insights que nos chegam à consciência, são oriundos de momentos de relaxamento, de paz, de tranquilidade e do estado de presença. São nos momentos de calmaria e paz interna que somos surpreendidos com ideias até mesmo inesperadas. Uma mente cheia e ocupada com os afazeres diários ou com as preocupações com o futuro, não consegue acessar as informações e as infinitas possibilidades que o Universo disponibiliza. Não há como.  

Pratique a meditação! Solte o controle das ilusões de sua mente egoica!  Encontre a sua paz interior, e tudo dará certo!  

Além desse artigo: “A importância da meditação para o processo criativo”, leia também outros artigos sobre espiritualidade aqui  👇https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/espiritualidade/

Escrito por Hérica Rodriguess                

Programação Neurolinguística – PNL o que é isso?

Programação Neurolinguística PNL – o que é isso? Bem, vou tentar conceituar de uma maneira breve e resumida. A PNL é um processo que se ocupa da aprendizagem de uma melhor utilização e  gerenciamento do cérebro, com intuito de adquirir o seu melhor funcionamento e alcançar resultados mais produtivos. Ela busca o entendimento ou compreensão da maneira em que um indivíduo em particular, desenvolve determinado comportamento, baseado em suas experiências internas.  Ou seja, como seria essas experiências que esse indivíduo armazena  em suas memórias? Quais são as possíveis maneiras que estão sendo percebidas, codificadas, organizadas e armazenadas essas informações que tem gerado um comportamento X ou Y; que por consequência tem gerado resultados produtivos ou improdutivos na vida desse indivíduo?  

A PNL (Programação Neurolinguística), teve sua origem nos anos 70 por Richard Bandler e Jhon Grinder, através do desenvolvimento da técnica de modelagem, que trouxe mudanças eficientes e rápidas para o campo da terapêutica em um primeiro momento, mas que posteriormente essas mudanças se espalharam para as outras áreas do conhecimento.

A percepção que cada pessoa possui a respeito do mundo, das situações, das outras pessoas;  a maneira que essa pessoa de modo individual representa o seu modelo mental e sua visão de mundo,  bem como a maneira que esse indivíduo se comporta na vida, é uma maneira muito particular que está relacionada com a sua realidade interna. Sendo assim, a realidade de todo o mundo à sua volta, é percebida de acordo com as suas experiências subjetivas. E a PNL se ocupa do estudo desses processos de funcionamento comportamental e neurológico de cada pessoa de acordo com suas percepções.  

Toda pessoa que busque mudanças significativas em alguma área de sua vida, e ou em seus comportamentos, e deseja fazê-las através da PNL, a PNL irá trabalhar maneiras de modificar essas percepções, de ampliá-las, e de ressignificá-las. Sempre com intuito de promover mudanças perceptivas e automaticamente comportamentais; para que assim se adquira resultados satisfatórios nas diversas áreas da vida.

Programação Neurolinguística  – é a programação da mente, no sentindo de influenciá-la para atuar em sua expansão e autodesenvolvimento, seja em qualquer uma das áreas em que se desejar mudanças positivas e transformações. A PNL utiliza a linguagem para facilitar o trabalho de ressignificar e de aquisição de novas programações ou redirecionamentos da mente.  Ela busca utilizar a linguagem de maneira mais produtiva, mais profunda e mais efetiva, para direcionar a mente a alcançar  melhores resultados.

 A PNL pode ser utilizada tanto por pessoas que estejam insatisfeitas e que desejem modificar os seus estados atuais, quanto para pessoas que já estejam satisfeitas, mas que desejem alcançar melhores resultados de maneiras mais aceleradas.

Podemos ajudar as pessoas que estejam insatisfeitas com os seus comportamentos, e com os resultados obtidos e uma ou qualquer das 7 áreas de suas vidas, reprogramarem suas mentes, a fim de que possam ressignificar experiências e atingir resultados mais satisfatórios.

Além desse artigo “Programação Neurolinguística – PNL o que é isso?” Leia também o artigo como surgiu a PNL aqui no blog! Veja em: 👇 https://pausaparaaquecerocoracao.com/2020/06/22/como-surgiu-a-programacao-neurolinguistica-pnl/

Artigo escrito por Hérica Rodriguess
Practitioner em PNL

Prece de purificaçaõ de Morrnah Simeona para limpeza de memórias

Prece de purificaçaõ de Morrnah Simeona

Espírito, Super Consciente, por favor localiza em mim a origem dos meus sentimentos e pensamentos de_____________________ ( diga o nome do seu sentimento, pensamento, ou crença limitante).

Leve todos os níveis, camadas, áreas e aspectos do meu ser, até essa origem!

Analise-a e resolva de forma perfeita com a verdade de Deus. Atravesse todas as gerações de tempo e eternidade. Curando cada incidente e seus apêndices, baseados em sua origem!

Por favor, faça isso, segundo a vontade de Deus, até que eu esteja no presente, preenchido de luz e verdade! A paz e o amor de Deus, e o perdão de mim mesmo (a), por minhas percepções incorretas.

Perdão de cada pessoa, lugar, circunstâncias e acontecimentos que contribuíram para isso, para esses sentimentos e pensamentos!

Morrnah Simeona

Além dessa Prece de purificaçaõ de Morrnah Simeona .

Ouça as outras orações no meu canal do Youtube. Acesse em:

https://www.youtube.com/playlist?list=PLM1IO93lHdTo_0uzWlzd6f2_z45hTJiwq

Leia outros artigos aqui no blog em: https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/autoconhecimento/

Como surgiu a Programação Neurolinguística ( PNL)?

A Programação Neurolinguística (PNL), surgiu na década de 70, quando foi desenvolvida por Richard Bandler e Jhon Grinder, dois nortes americanos, que buscam algumas respostas para os seus questionamentos. Eles queriam entender como algumas pessoas se realizavam, obtinham sucesso, e adquiriam vidas extraordinárias; enquanto outras não conseguiam os mesmos resultados. Eles procuravam ainda, entender qual seria a estrutura da experiência interna pessoal desses indivíduos em particular. Pretendiam também, descobrir como alguns profissionais, mais precisamente terapeutas, se destacavam dos outros, e como eles obtinham grandes resultados; de maneira muito mais rápida e eficiente em seus trabalhos, do que os outros terapeutas.

Richard Bandler e Jhon Grinder, chegaram à conclusão de que existiam fatores importantes que influenciavam para que essas pessoas alcançassem grandes resultados, enquanto outras não. Através dos seus estudos e pesquisas, eles descobriram que isso se dava, devido as informações inseridas no modelo mental de cada um. Ou seja, as experiências que essas pessoas adquiriam ao longo de suas vidas. Para que você possa entender um pouco melhor, vou dar a você uma resumida explicação de como isso funciona. É basicamente assim:

desde nossa formação como bebês, até a nossa infância, crescimento, e toda o decorrer da vida adulta; nós vamos adquirindo informações do ambiente em que estamos inseridos. Como por exemplo: dos familiares, da escola, dos professores, da cultura e do país aos quais pertencemos, da sociedade, da religião a qual nascemos, enfim… são inúmeros os fatores. O fato é que as informações que recebemos, captamos e processamos do meio ambiente, através dos nossos sentidos: visão, audição e pela cinestesia, vão contribuindo para a formação do nosso modelo mental, e de nossa visão de mundo. Tudo isso contribui para a formação das nossas crenças, (tanto as crenças positivas, quanto as negativas), bem como para a formação da nossa personalidade. Todos esses exemplos citados acima, dentre outros, influenciam no modo como agimos, e nos resultados que obtemos durante todo o decorrer de nossas vidas.

A pesquisa mostrou ainda que a eficiência dos resultados obtidos pelos terapeutas que faziam sucesso, era justamente a linguagem tanto verbal (a comunicação através da fala), quanto a não verbal (movimentos corporais ou faciais, gestos, enfim…) que eles usavam. A parti daí, Bandler e Grinder se perguntaram: ” Quais os tipos de comunicações seriam essas?” Então resolveram modelar essas pessoas de sucesso. (A modelagem em PNL, é o ato de seguir um modelo de alguma pessoa considerada excelente, e a partir daí fazer as mesmas coisas que essas pessoas fazem, com objetivo de se alcançar resultados semelhantes). Bandler e Grinder, descobriram que poderiam ter resultados tão bons e tão eficazes, quanto dos terapeutas que eles modelavam.

A parti daí, Richard Bandler e Jhon Grinder, reuniram e desenvolveram vários estudos e técnicas que hoje conhecemos como a PNL (Programação Neurolinguística); essa maravilhosa abordagem que mostrou, e tem mostrado cada vez mais eficiente no ramo da comunicação, ressignificação de experiências,  e transformação do comportamento humano!

Além desse artigo “Como surgiu a Programação Neurolinguística ( PNL)?” , leia outros artigos aqui no blog! Acesse em: https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/comportamento/

Escrito por Hérica Rodriguess

Meditação guiada para visualização e dissolução da culpa

Meditação guiada para visualização e dissolução da culpa. Hoje, eu quero falar com você que está sofrendo com o sentimento de culpa! Ao final deste áudio, nós vamos fazer uma meditação guiada para visualização e dissolução da culpa, e para o autoperdão.

Nem sempre é uma tarefa fácil perdoar a si mesmo. Principalmente se o amor e o gostar de si, estiverem abalados. É normal a dificuldade em se perdoar, quando a autoestima e o amor-próprio são quase que inexistentes em uma pessoa.  Quando alguém não se perdoa, caminha pela vida com dificuldades. É como se carregasse um peso nas costas! A vida se torna pesada. E o pior disso tudo, é que passa a viver no ciclo da autossabotagem. O autoperdão nos liberta desse peso e dessa dor, a dor da culpa!

Gostaria  que você entendesse neste momento, que todas as coisas feitas por você em algum tempo passado, foram feitas com o seu nível de compreensão, consciência e entendimento da época!  Se você sente que causou algum dano a alguém ou a si mesmo, e se arrepende, isto é muito bom! É um sinal de que  você aprendeu, e de você que está se  desenvolvendo espiritualmente.

Uma forma que o ajudará a melhorar esse sentimento de culpa, é você fazer o bem de agora em diante, e se puder, reparar o que foi feito!  Você também pode ajudar outras pessoas com suas ações! Isto o ajudará a se sentir útil, bondoso, e a se sentir como um ser que contribui para a humanidade!  Também o ajudará a se amar, porque passará a ver valor em você.

Gostaria apenas de lhe advertir: faça isto, de bom grado e de livre e espontânea vontade, pois somente assim, surtirá efeitos!

Agora vamos fazer um exercício de visualização para dissolver a culpa!

Neste momento, peço que se sente em uma cadeira  ou em algum lugar, de forma que possa deixar a sua coluna ereta! Isto é muito importante para a energia fluir! Também peço que deixe os braços sobre as coxas, e os pés paralelos. Faça 3 respirações profundas e devagar! Inicie e conte até 7, segure por 7, expire contando até 7, e por fim, respire normalmente sem forçar contando até 7. Repita isto 3 X!  Se surgir algum pensamento, não se apegue a eles! Apenas deixe-os ir como levados por uma brisa do vento! Deixo-os se desfazerem naturalmente! Solte as preocupações do dia! Solte os problemas da vida! Volte -se para este momento presente! Relaxe! Apenas sinta o seu corpo! Tenha consciência do seu ser! Sinta a sensação de paz!

Ouça essa música por alguns segundos!

Agora vamos começar! Eu vou guiar você:

Feche os olhos! Volte-se para o passado, e procure ter consciência de todos os sentimentos e pensamentos negativos a respeito de você! Quero que você se lembre dessa atitude que lhe causa tanta dor e culpa! Agora, quero que você, veja o quão pesado é essa carga que você vem trazendo dentro de você, ao longo da sua vida! Perceba o quanto você tem se prejudicado em sua saúde emocional, física e espiritual, por está guardando todos esses sentimentos tóxicos dentro de você!

Quero que você imagine neste momento, um mar, e nele há um barco vazio, e sobrevoa acima desse mar,  uma pomba branca; ela vem em direção  a você; essa pomba se transforma em uma luz branca e dourada, e os raios dessa luz, entram através da sua cabeça, caminham em direção ao seu peito, e clareia todo o seu coração! Essa luz, é a luz da cura! Ela é a luz do Espírito Santo de Deus! E ela percebe muita dor acumulada pelo peso da culpa;  então, ela ilumina todo o seu coração! Ele fica tão iluminado, límpido e leve, que não consegue mais armazenar a escuridão da culpa! A luz clareia os seus pensamentos, e você decide pegar cada um dos sentimentos com as suas mãos; primeiro você pega a culpa, e  depois a autopunição; você agradece a estas memórias, pois você aprendeu com elas! Você aprendeu com os erros do seu passado. Hoje,  você  é um novo ser, graças ao que aprendeu com esses erros. Hoje, você é alguém diferente do que foi ontem, e amanhã será alguém ainda melhor do que hoje! Então com esses sentimentos em suas mãos, você olha para eles e diz:

eu sinto muito pelas memorias de dor de culpa;

me peço perdão por ter atraído este caminho para a minha cura;

eu me agradeço por ter aprendido com estas memórias;

e eu me amo, por ser quem eu sou hoje!

E neste momento, você coloca dentro do barco todo o peso do passado! Você coloca todas as culpas, sentimento de não merecimento e autopunição! Nele está a sua sensação de castigo! Esse barco, está muito perto dos seus olhos, mas, de repente, as águas começam a movimentá-lo; e ele vai se afastando, se afastando, se afastando… ele vai diminuindo de tamanho, vai ficando cada vez mais pequeno, pequeno, pequeno… e ele vai sendo levado pelas águas… e vai se distanciando pouco a pouco dos seus olhos… e ele vai ficando pequeno e pequeno, até sumir completamente das suas vistas!

E você diz:

eu me perdoo! Eu me perdoo e me liberto para ser feliz!

Eu sou filho (a) do Criador, e tenho todo o direito de está aqui e ser feliz!

Eu sou filho (a) do Criador, e tenho todo o direito de está aqui e ser feliz!

Eu sou filho (a) do Criador, e tenho todo o direito de está aqui e ser feliz!

Eu me perdoo! Eu me perdoo e me liberto!

Eu me liberto! Eu me liberto! Eu me liberto!

Abençoada seja a minha vida! E que a minha vida me abençoe!

Além desta meditação guiada para visualização e dissolução da culpa, talvez você se interesse também por algumas afirmações positivas. Veja em:https://pausaparaaquecerocoracao.com/2019/07/22/afirmacoes-positivas-para-elevar-a-vibracao/

Meditação guiada de autoria de Hérica Rodriguess

O diário de Anne Frank – uma história emocionante!

O diário de Anne Frank – uma história emocionante! Este é um livro que tem como base o diário da adolescente Anne Frank. A garota relatava nele suas anotações diárias dos períodos entre 1942 até 1944, época em que ocorria a Grande Segunda Guerra Mundial. Apesar de ser um livro que cita pontos ocorridos durante a guerra, é um livro bastante descritivo do cotidiano de Anne, sua família e amigos, que viveram nesse esconderijo durante 2 anos.

Anne tinha apenas de 13 anos de idade, quando juntamente com a sua família, viu-se como parte de uma história lamentável, cheia de atrocidades e horrores que a história jamais poderia ter experimentado!

A vida de uma adolescente, cheia de sonhos, dúvidas, inquietudes e descobertas, se transforma de uma hora para a outra, e isso pelo simples fato da garota ser judia.

Os judeus deveriam usar uma estrela amarela; os judeus eram proibidos de andar nos bondes; os judeus eram proibidos de andar de carro, mesmo em seus próprios carros; os judeus deveriam fazer suas compras entre três e cinco horas da tarde; os judeus só deveriam frequentar barbearias e salões de beleza de proprietários judeus; os judeus eram proibidos de sair ás ruas entre oito da noite e seis da manhã; os judeus eram proibidos de frequentar teatros, cinemas, ou ter qualquer outra forma de diversão; os judeus eram proibidos de ir a piscinas, quadras de tênis, campos de hóquei ou qualquer outro campo esportivo; os judeus eram proibidos de ficar em seus jardins ou nos de amigos depois da oito horas da noite; os judeus eram proibidos de frequentar casas de cristãos; os judeus deveriam frequentar escolas judias, etc.  Não podia nem isso ou aquilo, mas a vida continuava.”

O Diário de Anne Frank, 20 de junho de 1942

Quando os alemães nazistas iniciaram a grande caçada aos judeus, e invadiram alguns países da Europa a procura deles, Anne frank morava em Amsterdam na Holanda. Nessa época, Hitler deu uma ordem para que todos os judeus, e também outros indivíduos de outras raças, etnias, religiões, bem como os ciganos e homossexuais também fossem levados para os campos. Porém, vale ressaltar aqui, que o maior número dessas pessoas capturadas e levadas para o holocausto, eram os judeus, devido ao grande ódio que Hitler sentia por eles.

As vidas de Anne Frank, dos seus amigos e dos seus familiares, outrora tranquilas e como qualquer outros seres humanos normais, de repente se transformam em vidas cheias de medos e ansiedades.

“   Levávamos uma vida cheia de ansiedades, pois nossos parentes na Alemanha, estavam sofrendo com as leis de Hitler contra os judeus”.

Anne Frank, sábado, 20 de junho de 1942

A partir daí então, para tentar preservar suas vidas, a família Frank vendo tudo o que estava ocorrendo com os outros judeus, acatam a ordem de Otto Frank, (pai de Anne), e se mudam durante uma madrugada, para um refúgio em Amsterdam. Esse lugar em que eles se esconderam, era o porão do gabinete em que Otto trabalhava. Então, passam a viver nesse esconderijo: Anne Frank, sua irmã, seu pai e a sua mãe, e mais um casal de amigos juntamente com o filho, Peter, um garoto que regulava idade com Anne.  Peter passa a ser o seu grande amigo inicialmente. O garoto que a princípio não despertara nenhum interesse em Anne, passa posteriormente a ser fruto de uma paixão da menina, o que se torna um leve e sutil romance dos dois adolescentes.

Anne Frank, registra todos os dias em seu diário, suas convivências, suas discórdias ocorridas na maior parte das vezes com sua mãe, suas tristezas, suas distrações; as dificuldades enfrentadas por todos aqueles que viviam nesse local secreto; bem como o medo de a qualquer momento, serem descobertos, capturados e mortos pelos nazistas.

Anne Frank sente-se encorajada, e começa a relatar em seu diário, fatos ligados à guerra, depois de ouvir um programa de rádio, em que diziam que as pessoas deveriam escrever sobre esses acontecimentos ocorridos na época. Isso seria uma forma de documentar esses fatos históricos. Na verdade, ela tinha grandes sonhos. Anne sonhava que quando ela crescesse, e que quando a guerra acabasse, ela se tornaria uma grande escritora. Bem, ela se tornou uma grande escritora, mas infelizmente não foi da maneira que ela sonhara!  O “destino” havia reservado para Anne, algo diferente.

Leia o livro para descobrir um pouco mais sobre esse período da história, bem como qual foi o destino de Anne, de sua família e amigos!

Além dessa resenha O diário de Anne Frank – uma história emocionante! Acesse outras resenhas de livros aqui no blog! Veja em: 👇https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/livros/

Resenha escrita por Hérica Rodriguess

Filme Tina – A verdadeira história de Tina Turner

Filme Tina – A verdadeira história de Tina Turner. Esse é um filme autobiográfico, que conta a vida desde a infância de Anna Mae, que mais tarde passaria a ser conhecida como Tina Turner. Uma história de vida triste e emocionante, porém com um desfecho digno de honra e superação! É um filme que mostra uma mulher submissa, apaixonada, com uma certa ilusão e ingenuidade em relação ao marido. Uma mulher que foi bastante frágil e indefesa durante anos, mas que com o passar dos tempos, aprendeu a se posicionar. Com isso, adquiriu grande coragem e mudou o rumo da sua vida.

Eu indico esse filme para todas as mulheres! Principalmente para aquelas que são vítimas de abusos em seus relacionamentos, e que são dependentes de seus parceiros em alguma área de suas vidas. Sejam essas dependências financeiras ou emocionais. Mulheres de todas as partes do mundo, que por carência, baixa autoestima ou medo, permanecem em relacionamentos destrutivos. Mulheres que todos os dias, sofrem violência física e de todas as outras espécies.

Anne Mae, teve uma infância bastante difícil, uma vez que a garotinha foi fruto de uma gravidez indesejada, foi rejeitada pela mãe. Também foi diagnosticada com dislexia. A cantora ainda criança, foi deixada pela mãe, que se mudou para outra cidade, e levou consigo apenas a sua irmã. Sendo assim, passou o restante de sua infância com a sua avó. Essa morre alguns anos mais tarde, e Anne, por volta dos 16 anos de idade, volta a morar com a sua mãe.

Uma certa noite, Anne Mae, vai á um clube da cidade juntamente com sua irmã. E lá, ela canta. Todos ficam fascinados com a sua voz. Logo o talento para a música foi reconhecido por todos ali presentes, inclusive pelo guitarrista Ike Turner, o que seria o seu futuro marido.

Anne Mae ( Tina), entra para banda de Ike Turner. E com o passar dos tempos, ela se casa com ele. E a partir daí, a vida passa a ser repleta de abusos. Ike, encontrou nela a oportunidade de ganhar muito dinheiro. Tina não tinha poder de escolha ou de decisão. Era totalmente desrespeitada, subjugada e agredida, física e emocionalmente por Ike. Vivia debaixo de pancadas, xingamentos e humilhações. Ike controlava tudo. Ele controlava os shows, o dinheiro e até mesmo a forma como Tina cantava. Se ela simplesmente cantasse diferente do que ele queria, já era motivo para espancamentos.

Com o passar dos tempos, Ike começa a se envolver com drogas. O relacionamento passa a ser insuportável. A cantora mesmo infeliz não tinha forças para abandoná-lo. Até que um dia, depois de um terrível espancamento, em que ela ficou muito machucada, ela decide fugir. Eles se divorciam, e Ike fica com todo o dinheiro, bens, joias, royalties, absolutamente tudo. Tina fica sem nada. Ela apenas pede ao juiz o direito de permanecer usando o sobrenome do marido ( Turner), o que foi permitido a ela, pela justiça. Tina, essa mulher admirável, consegue se erguer do zero e iniciar uma nova vida. E o restante todos nós já sabemos, ela se tornou uma estrela mundialmente reconhecida e de muito sucesso.

Lições retiradas do filme: Esperança, superação, recomeçar, acreditar, luta pela vida, coragem, transmutação, garra, imposição de limites e  vitória.

Além dessa resenha do filme Tina – A verdadeira história de Tina Turner, acesse outras resenhas de filmes aqui no blog! Veja em: https://pausaparaaquecerocoracao.com/?s=filme

Resenha escrita por Hérica Rodriguess

Resenha do livro – A MATRIZ DIVINA de Gregg Braden

Resenha do livro “A MATRIZ DIVINA” de Gregg Braden. Este livro trata os assuntos da física quântica, juntamente com espiritualidade. A física quântica nos prova que tudo o que existe no Universo, é energia e que também tudo é onda e partícula ao mesmo tempo. Tudo está interligado e conectado. Sendo assim, todas as substâncias existentes, são originadas de uma mesma fonte. Ou seja, de uma Energia Maior. Então poderemos chamar essa Fonte, de Deus, de Vácuo quântico, de Universo, enfim… e é nesse lugar de pura energia, que teríamos as infinitas possibilidades de criar todas as coisas. A física nos diz ainda, que energia jamais desaparece, mas somente se transforma.

No entanto, a imensa maioria das pessoas, vivem debaixo do paradigma, quero dizer de crenças de um mundo totalmente materialista, e focado nas leis da física de Newton, onde nos diz que não existe conexão ou interligação, mas que todos nós, como tudo o que existe no Universo, está separado. Bem, e qual é o resultado desse paradigma em nossas vidas?  O resultado é que por causa disso, existem todos os problemas da raça humana, desde doenças, guerras, escassez, miséria, corrupções, até todos os outros tipos de problemas e infelicidades. Se as nossas crenças estão arraigadas nessa teoria, fim, ponto final. Vire a página! Acabou. Pois, não se está em ressonância com  o mundo quântico. A física quântica, extrapola os limites dos olhos humanos e da visão materialista, para nos trazer um mundo das infinitas possibilidades, desde que atreladas ao mundo espiritual. E quando eu digo espiritual, não me refiro a religiosidade. Não tem absolutamente nada a ver com isso. Chamo espiritualidade aqui, tudo aquilo que os nossos olhos não conseguem enxergar. Para a física quântica, esse mundo material que enxergamos, não é nada mais, nada menos, do que a capacidade e as limitações que os nossos olhos conseguem ver.  Diferentemente da física clássica, aqui a espiritualidade e a matéria estão interligadas. Portanto, quando expandirmos nossa consciência, quebrarmos nossas crenças, abandonarmos paradigmas, poderemos criar o que quisermos.

Nossa vida não se limita a minúscula dimensão do que conseguimos ver.

Claro que não! E é isso que Gregg Braden, traz no livro a Matriz Divina. Ele une física e espiritualidade, aborda os níveis de crenças e de consciência, e as implicações disso em nossas vidas.

O livro a Matriz Divina, aborda temas como a existência de uma realidade não local, a substância amorfa, e de como estamos todos interligados.

“Toda matéria se origina e existe apenas em virtude de uma força. Devemos supor que por trás dessa força exista uma Mente consciente e inteligente. Essa mente é a matriz de toda matéria.”

Max Planck 1944

Gregg, nos apresenta no livro, alguns experimentos científicos realizados, que demonstraram, como os nossos sentimentos e emoções impactam a realidade. Sendo assim, a necessidade de expandirmos a consciência e os nossos pontos de vista, torna-se “obrigatório” para modificarmos essa realidade.  

Através de uma linguagem simples, o livro nos explica alguns experimentos dessa ciência quântica. Gregg, parte da abordagem de que a nossa realidade pode ser criada e até mesmo modificada, através dessa ligação com o espiritual, se conectarmos com a Matriz, através dos sentimentos e pensamentos.

O autor nos apresenta suas descobertas e estudos durante anos para se aprofundar nessa linguagem da Matriz Divina.

A ideia primordial do livro, está alicerçada nas seguintes questões: Existe um lugar onde todas as coisas são criadas? E o que nos conecta ao Universo? Como acessar esse mundo das infinitas possibilidades? Qual é o segredo para tornar um desejo real?

O autor apresenta no livro, 20 princípios, para se alcançar essas infinitas possibilidades. São eles:

  1. A Matriz Divina é o receptáculo que contém o universo, a ponte que interliga tudo e o espelho que mostra todas a s nossas criações.

2. Todas as coisas do mundo estão ligadas a todas as outras coisas.

3. Para usufruirmos da força do universo propriamente dito, devemos nos ver como parte do mundo, não como se estivéssemos separados dele.

4. Coisas que são unidas ficam para sempre unidas, quer permaneçam ou não fisicamente ligadas.

5. O ato de focalizar nossa consciência é um ato de criação. A consciência cria!

6. Temos o poder necessário para fazer todas as mudanças que quisermos!

 7. O foco da consciência torna-se a realidade do nosso mundo.

8. Simplesmente dizer que escolhemos uma nova realidade não é suficiente!

9. O sentimento é a linguagem que “fala” com a Matriz Divina. Sinta-se como se sua meta já tivesse sido alcançada e sua oração atendida.

10. Nem todos os sentimentos são adequados. Aqueles capazes de criar, deixam de lado o ego e o julgamento prévio.

11. Durante a vida, temos de nos transformar nas experiências que escolhemos ter no mundo.

12. Não estamos limitados pelas leis da física como as conhecemos hoje.

13. Na imagem holográfica de “um objeto qualquer”, todas as partes desse objeto espelham o objeto inteiro.

14. O holograma universalmente conectado da consciência nos promete que os desejos e orações chegam ao seu destino no momento em que são concebidos.

15. Por meio do holograma da consciência, uma pequena mudança em nossa vida espelha-se em todas as partes do mundo.

16 .A quantidade mínima de pessoas necessárias para “dar partida” a uma mudança de consciência, é a raiz quadrada de 1% do total de pessoas da população em causa.

17. A Matriz Divina no nosso mundo, funciona como o espelho dos relacionamentos que construímos com nossas crenças.

18. A origem de nossas experiências “negativas”, pode ser reduzida a um dos três medos universais (ou a uma combinação deles): abandono, baixa autoestima e falta de confiança.

19. Nossas verdadeiras crenças são refletidas em nossos relacionamentos mais íntimos.

20. Durante a vida precisamos nos transformar nas experiências que queremos ter no mundo.

Além dessa resenha do livro ” A Matriz Divina” de Gregg Braden, leia outros artigos aqui no blog! Veja em: 👇https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/comportamento/

Visite o meu canal no Youtube em: 👇 https://www.youtube.com/channel/UCIV36Jj3WZ2hI8PVsEYlOaw?view_as=subscriber

Resenha do livro A Matriz Divina de Gregg Braden, feita por Hérica Rodriguess

O sabotador prestativo

O sabotador prestativo é aquele que vive fazendo favores, ajudando, fazendo tudo para todo mundo e postergando de fazer as suas próprias coisas.

Bem, a pessoa com o sabotador prestativo, tem a ideia de que para ser considerada uma boa pessoa, ela precisa atender as necessidades dos outros, antes das delas. Ela acha que fazendo “tudo” para as pessoas, será capaz de fazer com que gostem dela, pois ela sempre presta favores e ajuda. Pensa que com isso, conseguirá o amor e reconhecimento dos outros. Outro ponto também que ela pensa, é o seguinte: “se eu não ajudar as pessoas, quem fará?” ( E isso é ruim, porque muitas vezes, ela se torna alvo dos aproveitadores. Ou seja, a pessoa prestativa, pensa que os outros estão a volta dela, porque gostam dela, pois afinal de contas, ela é boa, ela ajuda todo mundo, ela até deixa de fazer as coisas dela para fazer as dos outros primeiro! Mas, na verdade, muitos estão ali, somente para aproveitar e para sugar o tempo, a energia e usufruir dos favores dela.

O sabotador prestativo, busca de maneira inconsciente, ou até mesmo consciente, ser aceito, admirado e até querido pelos outros.

Na verdade, é uma busca de reconhecimento, pois de certa maneira, ele necessita ser amado. Eu acredito que a pessoa que se enquadra no sabotador prestativo, é também aquela famosa pessoa “boazinha” que todos nós conhecemos! Ou seja, aquela pessoa que não consegue dizer não.

Bem gente, consideramos esse comportamento como sabotador, por vários aspectos. E um deles, é que isso pode ser muito angustiante internamente para a pessoa.  Analise comigo aqui agora!  Já pensou ter que viver com essa pressão de agradar a todo mundo, de atender as expectativas dos outros, para se sentir amado, se sentir parte de um grupo, ou até mesmo valorizado pelas pessoas? Já pensou o gasto de energia mental, física e emocional que é isso? No fundo, a pessoa que está o tempo todo prestando favores, sendo útil para os outros, e deixando as suas necessidades de lado, para atender as dos outros, também se torna frustrada. E por que isso? Porque como sabemos, não há como agradar todo mundo e o tempo todo. Mesmo que você faça tudo o que puder, ainda assim, falarão mal de você, serão ingratos, verão defeitos, e por aí vai… Existe uma frase que diz: “Não importa quantos favores você já fez para algumas pessoas, no final das contas, elas lembrarão de você por aquilo que você não fez.” Eu não sei quem disse essa frase. Sei que ela circula pelas redes sociais, e é bastante comprovada em nosso dia a dia. Bem, pelo menos no meu. Agora é claro que não são todas as pessoas. Existem também pessoas gratas. Mas, não são dessas que estamos falando hoje.

O outro ponto em que a pessoa que vive prestando favores para todo mundo se sabota, é no lado material e também emocional.  O fato dela prestar favores para os outros, e esquecer de si própria e das suas necessidades, muitas vezes faz com que ela não realize e conquiste os seus desejos, pois o tempo que ela poderia usar para trabalhar nos seus projetos, é disponibilizado para os outros. E com isso, ela se torna ressentida consigo mesma, por não alcançar os seus objetivos. ( Mas, claro, se a pessoa fica o tempo todo fazendo tudo pelos outros, não sobrará tempo para cuidar dos seus projetos, dos seus objetivos, e das diversas áreas da sua vida).

Gente, eu abro um espaço aqui para falar: é muito importante ajudarmos aos outros, mas dentro dos limites! E não a ponto de nos prejudicar para isso!

Outra sabotagem, é que o prestativo, pode ainda criar dependências nas pessoas por ele. Ou seja, por ele fazer tanto pelas pessoas, é comum que elas não façam as suas próprias coisas sozinhas, e sempre aguardem, para que ele faça por elas. Muitas vezes, ele pode até se irritar com isso, mas foi ele quem criou essa dependência e esse comodismo no outro.

As pessoas só fazem conosco aquilo que deixamos!

Necessidades do sabotador prestativo:

Muita necessidade de receber o amor do outro. Ele busca isso através das ajudas, favores e elogios que presta.

Busca aceitação e afeição.

Dificuldades do sabotador prestativo:

Não consegue expressar suas necessidades de maneira clara e direta. Por exemplo: Eu quero que faça dessa maneira… Eu não estou gostando disso aqui… Eu gostaria que fosse assim… ou seja, ele dá voltas e fala de forma meio entre linhas. Não expressa suas necessidades. Na verdade, isso indica dificuldade em se posicionar. Note que o sabotador aparece de novo aqui! Isso faz com que o prestativo, perca oportunidades. Para aproveitar oportunidades em nossa vida, precisamos falar de forma clara e direta aquilo que queremos e que almejamos! Ou seja, precisamos ser firmes, seguros e nos colocar! Tanto para dizer aquilo que queremos, quanto para colocar limites e dizer aquilo que não queremos, ou que nos incomoda! O prestativo, não consegue expressar os seus desejos, pois  acha que se fizer, será tido como egoísta.

Sentimentos da pessoa com o sabotador prestativo:

Se ressenti quando as pessoas não se importam com o que elas fazem, com isso, acham que as pessoas são egoístas e ingratas.

Sensação de que está esquecendo de si mesma.

Então é  por isso, gente, que precisamos trabalhar o interior! Buscar autoconhecimento, ler, fazer análises, meditar, enfim… para encontrar esse amor de nós para nós mesmos! Na verdade, ele já está aí dentro de você, mas, algumas pessoas por estarem distantes delas mesmas, por não as conhecerem, ficam perdidas pela vida, achando que o amor delas, que a paz, que a felicidade, que alegria delas, enfim… dependem dos outros ou dos fatores externos. E com isso, elas caminham pela vida se sabotando, e claro se frustrando.

Então se você localizou esse sabotador prestativo aí em você, dicas que eu dou:

descubra quem é você! Saiba o que você gosta ou não! Aprenda expressar as suas vontades! Diga não sem culpa!

E claro, você pode e deve ajudar sim, mas com equilíbrio!

A vida para ser desenvolvida e fluir, precisa de ter equilíbrio!

Além desse artigo ” O sabotador prestativo” , leia outros artigos aqui no blog. Acesse em:👇 https://pausaparaaquecerocoracao.com/category/autoconhecimento/

Escrito por Hérica Rodriguess

Open chat
Powered by