O Menino do Pijama Listrado – Breve reflexão

Filme o Menino do Pijama Listrado é um drama baseado no livro escrito por Jonh Boyne. A trajetória relata a amizade proibida entre duas crianças de raças opostas e inimigas, vividas na época da Segunda Guerra Mundial.  A história mostra uma linda, pura e inocente amizade de 02 meninos de 08 anos. De um lado Bruno, filho de um líder nazista e responsável por comandar uma das maiores atrocidades nos campos de concentração, de outro Shmuel um menininho judeu aprisionado pelos alemães.

No início da história, Bruno, sua mãe, pai e irmã, se mudam de Berlim para uma cidade próxima de um dos campos de concentração, local em que o seu pai se torna responsável por comandar.

O filme mostra parte das barbaridades e monstruosidades cometidas nesses campos, em que as pessoas eram aprisionadas. Inclusive mostra pessoas sendo jogadas na câmara de gás. Certo vez, a mãe de Bruno consegue ver da própria casa, a fumaça dos corpos que subia das chaminés.

Um dia, o pequeno menino Bruno, se senti solitário e infeliz naquela nova cidade. Então sobe na janela de seu quarto, e de longe ele vê um campo de concentração, e também vê nesse local, algumas pessoas adultas e outras crianças, todas vestidas de pijamas listrados. Isso o deixa intrigado, porém em sua inocência, acredita ser uma fazenda.

Bruno decidi andar pelas redondezas. Ele pensa que poderá brincar com as criancinhas fazendeiras que usam pijamas. Então, nessa sua aventura e curiosidade, ele conhece Shmuel, o garotinho judeu presidiário. Shmuel fica sempre sentado do outro lado de uma cerca de arame. E a partir daí, nasce uma inocente e genuína amizade que mesmo sendo proibida, se torna forte e ao mesmo tempo perigosa.

O filme retrata a manipulação ocorrida durante a Segunda Guerra Mundial, que os nazistas exerciam sobre a sua população. A começar dentro de casa, onde o pai de Bruno contratou um professor particular, para incutir na cabeça das crianças xenofobismo e preconceito. Como por exemplo: muitas inverdades acerca dos judeus.

Não somente o desfecho dramático, triste e emocionante dessa trajetória do filme “O Menino do Pijama Listrado”, mas também todos os horrores e atrocidades cometidos durante Segunda Guerra Mundial, nos leva a uma reflexão profunda a respeito de até onde vai os limites da maldade, afronta e monstruosidade de uma raça humana!

A mensagem que fica para refletir a respeito desse período cruel, desumano e absurdo da história do planeta, é a de que toda essa barbárie e afronta de uma nação, de uma raça ou etnia, sobre as outras, tenham morrido para sempre, e juntamente com a Grande Guerra do século XX. E que o povo jamais se esqueça dos sofrimentos ocorridos nos campos de concentração! E que tenha em mente o poder que exerce em suas mãos! Poder esse que se concretiza através de suas escolhas conscientes e responsáveis nas urnas, na sua união, na força de sua voz reunida.  Que o povo se lembre ainda, que os seus representantes devam exercer de fato, aquilo que devem exercer! Ou seja, proteger os seus cidadãos, e não ser o maior lesador de direitos e cometedor de crimes contra os mesmos!

“Todo e qualquer governo deve trabalhar para o bem do povo, em prol dos seus direitos e proteção, ao invés de ser o maior cometedor de crimes e lesador de direitos desse mesmo povo, como ocorreu pelos nazistas durante a Segunda grande Guerra Mundial.”

Hérica Rodriguess

Além desse filme O Menino do Pijama Listrado – Breve reflexão, talvez você goste de outras resenhas de outros filmes. Veja em: https://pausaparaaquecerocoracao.com/?s=filme

Resenha de autoria de Hérica Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by